Chamada de artigos com base no 4º Encontro Anual de Economia Política – Perspetivas – Journal of Political Science

Chamada de Artigos para o Número Especial da
Perspectivas – Journal of Political Science (PJPS)

Editores Convidados:  

Manuel Couret Branco 

mbranco@uevora.pt 

Manuel Couret Branco é professor catedrático do Departamento de Economia da Escola de Ciências Sociais da Universidade de Évora onde lecciona Economia do Desenvolvimento, História do Pensamento Económico, Economia Política dos Direitos Humanos e Economia da Política Social. Licenciou-se em Economia e em Geografia pela Universidade de Paris 1 Panthéon-Sorbonne e doutorou-se em Economia pela École des Hautes Études en Sciences Sociales, também em Paris. É membro integrado do CICP, Centro de Investigação em Ciência Política e colaborador do CEFAGE, Centro de Estudos e Formação Avançada em Gestão e Economia, da Universidade de Évora. Entre as suas últimas publicações encontram se os livros Economics for Human Rights, Economia Política dos Direitos Humanos e os artigos, Democratization in Africa: The Development Condition Revisited, Teaching Political for Human Rights, Economics for the Right to Work, Economics for Substantive Democracy

Maria Da Saudade Baltazar 

baltazar@uevora.pt 

Maria da Saudade Baltazar é doutorada em Sociologia e Professora Associada no Departamento de Sociologia da Universidade de Évora (Escola de Ciências Sociais).  É Investigadora Integrada do CICS.NOVA tendo coordenado o Polo da Universidade de Évora (2015-2020). Integra a equipa coordenadora da Secção Temática Segurança, Defesa e Forças Armadas da Associação Portuguesa de Sociologia e o Board Members do Regional NetWork Southern European Societies da Associação Europeia de Sociologia. Desde 1990, leciona nas áreas do Desenvolvimento (regional e local, desigualdades territoriais e sociais nas suas diferentes escalas de intervenção, políticas públicas), do Planeamento (metodologias participativas, acompanhamento e avaliação de programas e projetos) e da Defesa, Segurança e Desenvolvimento (Estudos da Paz e Resolução de Conflitos). Nesses domínios científicos tem orientado dezenas de teses de licenciatura, mestrado, doutoramento e pós-doutoramento, publicado e coordenado/participado em diversos projetos de investigação.

Alexandre Abreu 

alexandreabreu@iseg.ulisboa.pt 

Alexandre Abreu é professor auxiliar do Departamento de Economia do ISEG. É licenciado em Economia e mestre em desenvolvimento e cooperação internacional pelo ISEG e doutorado em economia pela School of Oriental and African Studies da Universidade de Londres. Leciona atualmente disciplinas de economia e estudos de desenvolvimento ao nível da licenciatura, mestrado e doutoramento, fazendo parte da equipa de coordenação do Programa de Doutoramento em Estudos de Desenvolvimento da Universidade de Lisboa (ISEG/ICS/IGOT/ISA). No passado, residiu e trabalhou em investigação, consultoria e/ou assessoria governamental na Guiné-Bissau e em Timor-Leste. É investigador e membro da direção do Centro de Estudos sobre África e Desenvolvimento e membro da direção da Associação Portuguesa de Economia Política. Integra os conselhos editoriais da edição portuguesa do jornal Le Monde Diplomatique e da Mundo Crítico – Revista de Desenvolvimento e Cooperação.

Sobre a Revista:  

Perspectivas Journal of Political Science é  uma  revista  científica  online  com  revisão por pares em sistema duplo cego publicada pelo  Centro de Investigação em Ciência Política (CICP), uma unidade de I&D pertencente à Universidade do Minho e à Universidade de Évora, ambas instituições portuguesas. A revista convida a submissão de manuscritos científicos de académicos estabelecidos, assim como de investigadores em início de carreira, cujo trabalho pode trazer contribuições teóricas, conceituais, metodológicas e empíricas inéditas, inovadoras e significativas para os campos da Ciência Política, Relações Internacionais e Administração e Políticas Públicas. 

Sobre o Número Especial:  

Desde o surgimento da ideia de que era possível melhorar as condições de vida das pessoas através de uma transformação das estruturas económicas, sociais e políticas, que o Desenvolvimento se assumiu como propósito fundador da Economia Política. O contexto histórico assim o proporcionava. Com efeito, a revolução industrial encetada no final do século dezoito inaugurava uma era de crescimento económico sem paralelo histórico e parecia poder abrir caminho para a resolução da pobreza extrema que afectava a esmagadora maioria da população do globo. Face ao optimismo que caracterizou os primeiros passos da Economia Política, cedo surgiram as primeiras críticas, no entanto. Jean Charles de Sismondi afirmou por exemplo que uma ciência que diz respeito unicamente aos meios para aumentar a riqueza sem estudar o propósito de tal riqueza é uma ciência falsa. Hoje, os desafios colocados ao Desenvolvimento são inúmeros. Por um lado, o Desenvolvimento debate-se com questões epistemológicas que põem em causa alguns dos seus princípios básicos como o crescimento económico e a universalidade dos seus propósitos. Por outro lado, o espectro do esgotamento dos recursos, as alterações climáticas e os limites da globalização, de que a pandemia de COVID-19 constitui um exemplo, são alguns entre outros tantos fenómenos que questionam a própria possibilidade do Desenvolvimento. 

De modo a refletir sobre o carácter transformativo da Economia Política, a revista Perspectivas – Journal of Political Science anuncia a chamada de comunicações para o um número especial reservado às comunicações apresentadas no 4º Encontro Anual de Economia Política que teve lugar nos dias 29 e 30 de Janeiro de 2021. 

Este número especial tem por objectivo publicar trabalhos que tratem, entre outros, os seguintes temas: 

• Ambiente e Desenvolvimento Sustentável 

• Indicadores de desenvolvimento e de bem estar 

• Crescimento e decrescimento 

• Crise económica e políticas públicas 

• Globalização, desglobalização e pandemias 

• Instituições e governação 

• Desigualdade e direitos humanos 

• Tecnologias, inovação e o futuro do trabalho

Para submeter a sua investigação, visite a página da Perspectivas. 

Para aceder às indicações para os autores, consulte esta página.

Indicações para autores
Os prazos para a submissão, revisão e publicação dos artigos são os seguintes:

15 de Junho de 2021: Submissão do primeiro esboço para revisões internas
30 de Junho de 2021: Notificação por parte dos editores da revisão interna
1 de Setembro de 2021: Entrega de artigos prontos para revisão externa
1 de Novembro de 2021: Revisão dos artigos
1 de Janeiro 2022: Entrega da versão da versão final dos artigos
1 de Fevereiro: Editorial dos editores convidados
2022 Publicação do número especial

Informações de contato

Assistente Editorial: Sílvia Gonçalves 

Telefone: +351 253 601 947 

Email: info@perspectivasjournal.com 

silvia.goncalves@eeg.uminho.pt

Deixe uma resposta

X